História

Em 2003, a equipe Beija-Flor havia se dissolvido, mas alguns de seus membros ainda queriam participar da competição. Em sua maioria, os membros almejavam desenvolver um projeto de engenharia mas ainda encaravam o Aerodesign como uma brincadeira. Focavam mais nos aspectos de aeromodelismo do que nos aspectos de engenharia, inerentes à competição. Talvez, de início, a maioria dos estreantes não os perceba, ou não consiga relacionar a engenharia teórica à prática.

A partir dali a Keep Flying traçou um trajeto com aviões convencionais, biplanos, BWBs e até asas voadoras se fixando como uma das maiores equipes da categoria, recebendo reconhecimento nacional e internacional pelo trabalho desenvolvido. Nessa seção falaremos sobre a nossa história.