2006

O VIII Aerodesign foi realizado nos dias 20 a 24 de Setembro em São José dos Campos. As regras deste ano para a classe regular podem ser encontradas no site da SAE Brasil, entretanto destaca-se a limitação de volume do avião: os aeromodelos devem caber num hangar com dimensões 2.4 m x 2.8 m e de altura de 0.7 m.

Após os bons resultados obtidos em 2005, a equipe de 2006 focou-se em melhorar pontos ainda falhos, tanto na área de estudos quanto administrativas, para atingir o ambicioso objetivo de ser campeã. Destaca-se neste período o fortalecimento de obtenção de recursos e o estreitamento no relacionamento equipe – patrocinador.

Neste ano, a Keep Flying realizou testes em túnel de vento e mais vôos testes. Com as informações obtidas, foi possível adotar uma estratégia mais agressiva na competição: voar uma carga extremamente alta logo de início. Sabia-se que poucas equipes tinham reais condições de atingi-la. Foi um fator determinante na conquista do campeonato.

Pela primeira vez, a Escola Politécnica da USP teve uma equipe campeã na competição. Com 193,2 pontos, a Keep Flying ficou em 1º lugar, carregando 12,135kg, feito esse que recebeu menção honrosa por maior levantamento de peso. Com esta classificação a equipe ganhou o direito de representar o Brasil na competição Aerodesign East nos EUA, realizada em maio de 2007.

Em 2º lugar, na classe regular, a equipe Uirá da Universidade Federal de Itajubá – UNIFEI – carregou 11,120 kg e fez 188,5 pontos. Na classe aberta, a equipe EESC-USP Charlie da Escola de Engenharia de São Carlos da USP foi a vencedora carregando 17,500 kg e com 170,9 pontos. Ambas também competiram nos EUA.